Crônicas Univoz: Marketing Pessoal e Comunicação Caminham Juntos

Ana Elisa Moreira-Ferreira
Diretora da Univoz
Consultora em Comunicação Humana
www.univoz.com.br

Max Gehringer sempre contribui muito para o desenvolvimento pessoal e visão de ascensão de carreira com seus depoimentos. No dia 28.02.2014 comentou sobre Marketing Pessoal, ou seja, como as pessoas podem atuar na construção de uma imagem positiva, já que esta seria o que ele chama de “terceira perna do tripé sobre o qual se assenta uma boa carreira”, sendo que as outras duas são a escolaridade e bons resultados práticos.
O que mais me chamou a atenção em seu comentário, foi a lista de seis atitudes que podem interferir ou influenciar no Marketing Pessoal.
A primeira era a aparência, mostrando o impacto que podemos criar com nossas roupas, acessórios, e o quanto um modo relaxado fala contra nossa competência. São os aspectos relacionados à comunicação visual.
Mas todas as outras cinco atitudes estão fortemente relacionadas à comunicação verbal, que seriam: (2) nunca estar disponível para colaborar com quem precisa; (3) fazer perguntas ou dar respostas sem ter certeza ou conhecimento suficiente; (4) oferecer sempre uma opinião negativa sobre o que esteja sendo discutido; (5) jamais aceitar que cometeu um erro; (6) nunca elogiar alguém que fez por merecer.
São todas atitudes, mas você percebe como estão fortemente relacionadas com a forma como nos expressamos?
Demonstramos que estamos disponíveis pela atitude de atender alguém, mas desde que acompanhado do tom agradável em nossa voz e palavras de disposição: “Claro que posso ajudar! O que você precisa?”.
O segundo tópico alerta para a importância de estarmos sempre atentos ao conteúdo das conversas e também estar sempre atualizado com conhecimentos gerais e aqueles técnicos pertinentes ao nosso trabalho. É um grande risco sermos inoportuno nas conversas com comentários impróprios ou perguntas fora do contexto. Isso desvia o raciocínio de quem está falando e depõe contra, já que passa a sensação de falta de atenção no desenrolar da conversa.
Agora, não tem nada que deponha mais sobre nossa imagem e competência do que a manifestação constante de impressões e opiniões negativas. O que menos queremos escutar nas empresas é “acho que não vai dar certo”, “isso é muito difícil” ou “vai ser impossível conseguir isso”. Pesquisas demonstram que ter uma atitude positiva frente à vida e aos desafios que nos apresenta é fator importante até mesmo para a ascensão na carreira. Portanto, inicie menos suas frases com a palavra “não”, buscando mais soluções que dificuldades.
Todos nós erramos, mas aceitar o erro nos auxilia a lidar melhor com nossas limitações e a gerar a oportunidade de aprender com eles. Isso valoriza nossa imagem. Portanto, ter uma comunicação humilde nesse momento e com frases de desculpas é sempre bem vindo.
“Gostei muito do seu desempenho”, “Que relatório completo você apresentou” são frases que completam positivamente a imagem que passamos. Elogiar o colega, o colaborador ou o parceiro de trabalho mostra seu desprendimento com aquilo que é seu e o quanto você também enxerga o outro. E essa é a “chave de ouro” da comunicação: considerar o outro na sua fala.
Marketing Pessoal, portanto, não depende de uma boa propaganda, mas sim de cada gesto, tom de voz, movimento e palavra que você profere.

Você pode ouvir o audio do comentarista Max Gehringer no site http://cbn.globoradio.globo.com/comentaristas/max-gehringer/MAX-GEHRINGER.htm

Ana Elisa Moreira-Ferreira é consultora em Comunicação Humana pela UNIVOZ - Consultoria e Treinamento em Competência Comunicativa, com mais de 20 anos de experiência em treinamentos empresariais e consultoria individual para o aprimoramento da comunicação interpessoal.

Redes Sociais

you-tube-univoz linked-univoz facebook

Telefone & Endereço

Av.Bernardino de Campos, 327-cj.63 - Paraíso - SP 

(11) 3262-2009
mapa