Comunicação Assertiva: seja entendido

Comunicação Assertiva: seja entendido

A comunicação assertiva, clara e direta, garante que você será entendido – seja em um atendimento, uma apresentação em público ou em uma conversa profissional, informal e situações sociais de todos os tipos.

Em um curso de atendimento ao cliente, em um treinamento para falar em público ou nas suas relações pessoais e profissionais, você aprende o quanto é importante se comunicar sem dar margem para falhas e problemas. Mas exercitar a Comunicação Assertiva é algo bastante específico.

Saiba mais sobre esse assunto!

 

O que é comunicação assertiva?

Comunicação assertiva é o que você precisa para se expressar bem, ser compreendido e buscar conversas mais diretas e de melhores resultados.

Em um ambiente profissional, a comunicação assertiva ajuda a tomar decisões, fazer comunicados, pedir ajuda, buscar consensos e dar feedbacks. Por ser verdadeira e direta, reduz erros e desvios na compreensão da mensagem. Esse é um grande diferencial nos resultados das empresas quando se treina a Comunicação Assertiva entre equipes. Afinal, quantos problemas podem acontecer em uma empresa porque houve falta ou dificuldade de comunicação entre colaboradores?

Os resultados disso podem ser desastrosos: a má comunicação influencia negativamente na motivação e engajamento do colaborador, no entrosamento das equipes de trabalho, e, por consequência, na condução, conclusão e resultados dos projetos.

E para você que quer ampliar suas conexões com pessoas e seus resultados em suas atribuições profissionais, a  Comunicação Assertiva pode mudar suas relações no trabalho e, consequentemente, transformar sua carreira.

 

Como praticar a comunicação assertiva?

Algumas diretrizes podem ajudá-lo a se comunicar dessa maneira, seja em uma conversa entre colegas ou na relação com a plateia em uma apresentação em público. Por exemplo:

 

Saber escolher o momento

Nem tudo pode ser falado a qualquer momento. A comunicação assertiva preza pelo momento certo de compartilhar informações ou percepções, já que elas podem se perder quando o interlocutor não está prestando atenção ou está em um estado emocional não compatível com o que uma conversa aberta necessita.

 

Empatia

Em uma apresentação em público ou em uma conversa casual, perceber como está seu interlocutor – cansado, animado, entediado etc. – pode mudar completamente sua maneira de se comunicar. Para garantir a comunicação assertiva, é necessário ter empatia.

 

Segurança

Ter certeza da informação que está transmitindo é essencial para a comunicação assertiva, porque a falta de segurança fica transparente – na voz, na postura e mesmo nas palavras do locutor. Isso deixa o interlocutor desconfiado e o objetivo da comunicação se perde.

 

Capacitação

Como todos os aspectos que formam um bom profissional, a comunicação sempre pode ser melhorada. Procurar uma capacitação para aprender sobre comunicação assertiva, apresentação em público, comunicação não-violenta ou inteligência emocional pode ajudá-lo a ser um profissional mais competente.

A Univoz oferece diversos cursos e palestras para quem procura se comunicar melhor e de maneira mais efetiva. Venha conferir!

 

Quer conhecer mais sobre os temas abordados neste artigo? Faça aqui sua inscrição!