O papel do coach no processo de desenvolvimento humano

O papel do coach no processo de desenvolvimento humano

Você provavelmente já deve ter ouvido a palavra coche. Trata-se de um empréstimo da língua francesa para designar uma carruagem bastante comum no séc. XIX e início do séc. XX. Bom, a palavra coach, do inglês, significa a mesma coisa. Acontece que a vida das palavras é algo muito curioso. Os coches não mais são utilizados, mas o significado permaneceu solto. Figurativamente, coach passou a significar tutor, mentor, treinador, orientador, ou seja, de alguma forma continuou sendo aquele que leva alguém a algum lugar.

Acontece que no coaching, o coach (profissional) não leva sozinho o seu coachee (participante do processo) até sua meta e, sim, divide com ele essa responsabilidade, pensando juntos em novos caminhos, auxiliando a rever novas rotas, e ajudando ele a enxergar quais são as melhores opções. Na Univoz, sempre que inicio um processo de coaching, tenho que pensar em como vou contribuir para o futuro do meu coachee. Para onde ele irá e como eu o acompanharei nesse processo. Por isso, não se trata de transportar e, sim, de contribuir.

Sempre penso no coaching como um exercício de compreender o presente para planejar o futuro. A psicoterapia, por exemplo, faz o caminho inverso: é um exercício de rever o passado para compreender o presente, para saber quem você é (também pensa no futuro). O coaching é um processo de desenvolvimento humano, para se chegar onde se planeja. Sua função é a tomada de consciência sobre você mesmo e sobre onde você quer chegar, estabelecendo compromissos fortes com a mudança necessária e as estratégias para que elas aconteçam. Essa é uma ideia fundamental, pois é ela que irá permear todo o processo.

Sendo assim, para mim, o coaching é um processo de aperfeiçoamento e transformação de diferentes dimensões humanas, o qual contribui para os desafios que estão por vir, para que você atinja uma meta e esteja sempre focado em suas realizações. Pode ser aplicado como coaching executivo ou coaching de liderança, geralmente com foco em aperfeiçoar o modo como você lidera uma equipe, desenhar os passos e metas para que você mude de cargo e cresça na carreira, e saber equilibrar seus interesses pessoais com as necessidades de sua empresa. Ou como coaching de comunicação com foco grande nas habilidades de relacionamento interpessoal, estilos de comunicação para que você se torne um profissional melhor e mais bem percebido dentro das organizações. Esses são apenas alguns exemplos de como o coaching pode funcionar para uma pessoa.

Para atingir esses objetivos, o coaching é pensado de um modo que tire você da zona de conforto e te coloque num foco positivo, isto é, que você perceba para onde está indo, sem pensar exclusivamente nos contratempos ou nos problemas que esse objetivo pode trazer. Por isso, o processo todo é construído a partir de um projeto de desenvolvimento. Esse projeto é pensado geralmente com 12 encontros, em cada um deles coach e coachee estruturam as metas e as tarefas que ajudarão a cumprir a meta planejada, e o coachee passa a executar determinadas tarefas ou comentar resultados de tarefas anteriores, justamente para que o coach possa apoiá-lo e incentivá-lo na manutenção dessa rota, acompanha-lo em seu progresso e contribuir para os realinhamentos necessários para se atingir os objetivos pretendidos.

Um ponto muito importante nesse processo é este projeto de desenvolvimento, mas ele não é pensado de modo hierárquico. Quer dizer, o coachee irá ajudar a estabelecer os caminhos de uma forma que combine com ele, com os seus objetivos e, é claro, com suas características. Assim, o projeto pensa na autonomia do coachee, tanto para descobertas, quanto para mudanças. Nesta etapa, o coach se torna um catalisador dessas mudanças, ele orienta, apoia, contribui para que o coachee encontre as melhores opções, sem induzi-lo, sem convence-lo de que aquela é a melhor opção, mas incentivando a percorrer caminhos positivos.

Ana Elisa Moreira-Ferreira
Fga.Ma. Coach e Consultora em Comunicação Humana
Univoz Consultoria e Desenvolvimento de Pessoas.

 

Quer conhecer mais sobre os temas abordados neste artigo? Faça aqui sua inscrição!