O poder transformador da Comunicação

O poder transformador da Comunicação

A comunicação é um elemento essencial à humanidade. Durante finais do século XIX era comum que pesquisadores se perguntassem o que aconteceria a uma criança caso ela fosse totalmente privada de interação com outros humanos. A pergunta deu origem a hipótese das “Crianças Selvagens”. Naquele período o termo selvagem tinha outro significado e indicava um condição sub-humana, sendo assim o que estes estudiosos queriam propor era que a ausência de uma língua ou das regras de comunicação colocava estes sujeitos em uma condição inferior.

Existe uma série de críticas a estes estudos, no entanto o mais significativo é perceber como a comunicação e a linguagem têm um papel central na forma como nos relacionamos com o ambiente, as pessoas e os elementos a nossa volta. Assim, sem a linguagem, não poderíamos compreender alguns conceitos fundamentais, como tempo, espaço, nossos sentimentos ou o nome dos objetos. Sem a comunicação, não poderíamos transmitir ou compartilhar esses conceitos às pessoas ao nosso redor. Sem isso, nossa experiência estaria restrita ao que sentimos e ao que vemos.

Vejam na Comunicação Não Violenta, por exemplo, a importância de nomear os sentimentos que foram gerados diante de certas situações, tanto para nós mesmos, compreendendo o que de fato sentimos, como para o interlocutor, ajudando que o outro nos perceba melhor, compreendendo nossas necessidades.

A comunicação permeia a nossa experiência individual e, também, a nossa experiência coletiva. De um lado, ela é fundamental para que possamos nos expressar e compartilhar com o mundo nossas ideias e opiniões. Do outro, ela serve para catalisar forças e modificar cenários. Neste sentido, a comunicação é um elemento de transformação. Mas o poder de transformação da comunicação não está ligado somente a grandes mudanças. Apenas mudando ou repensando a forma como nos comunicamos, podemos fazer grandes mudanças em nossas relações e nossa carreira.

Em geral, não estamos atentos a forma como a nossa comunicação chega ao outro: será que sou bem compreendido? Será que minha voz é adequada às todas situações? Como o outro, aquele que te ouve, avalia sua atitude? Você soa rude, gentil, calmo, alegre?

Essas perguntas são fundamentais para compreender o papel da boa comunicação.

  • Quando me expresso melhor, sou melhor compreendido e, com isso, torno meus relacionamentos mais significativos;
  • Entender o papel que a voz tem na sua comunicação contribui positivamente para a sua expressividade. Conhecendo sua voz e as suas possibilidades, você se torna mais capaz de comunicar o que precisa com a inflexão correta, ou seja, contribuindo para expressar corretamente sua atitude, emoção ou sentimento.
  • Algumas vezes a atitude corporal, os gestos e expressões faciais que imprimimos não são coerentes com o contexto em que estamos. Em geral, não notamos isso, por este motivo, é fundamental compreendermos os mecanismos da nossa comunicação e expressividade.

Os benefícios não são apenas para os indivíduos. Empresas também se beneficiam com essa mudança e necessitam cada vez mais de pessoas comunicativas para que seus projetos deem certo, uma vez que 80% do tempo nas empresas estamos em situação de comunicação. Pense em quanto retrabalho pode ser necessário no caso de uma orientação equivocada. Você já deve ter visto como a leitura errada da atitude de um líder pode mudar a performance de toda uma equipe. Por outro lado, um feedback com uma comunicação cuidadosa, unindo o que chamamos na neurociência de SEG:

  • Sucinto;
  • Específico;
  • Generoso.

Ganha-se nos relacionamentos interpessoais mais fortes e longevos, torna o ambiente de trabalho muito mais harmonioso, além de interferir positivamente na produtividade.

Como se vê, a comunicação é um elemento poderoso de transformação pessoal e social. O fato de nos comunicarmos já é um evento significativo por si só. Poder se comunicar bem é uma forma de promover diversas mudanças no ambiente de trabalho, em nossas vidas e na forma como nos relacionamos. Desta forma, quando nos comunicamos melhor, transmitimos nossas intenções e ideias de forma mais clara para as pessoas ao nosso redor. Transformamos nossas relações e também o ambiente em que estamos.

Equipe de consultores Univoz

Publicado em março/2018

 

Quer conhecer mais sobre os temas abordados neste artigo? Faça aqui sua inscrição!