Palestrante: A importância da apresentação em público

Palestrante: A importância da apresentação em público

Palestrar não é somente pegar um microfone e falar o que vem na mente. É claro que isso pode acontecer algumas vezes, mas para ser um palestrante é preciso ter um conteúdo relevante, inédito ou com abordagem diferenciada. E, não é só isso, o profissional que deseja palestrar precisa ser preparado para fazer uma apresentação em público: ter postura, segurança na voz, passar conhecimento, saber se expressar, lidar bem com o improviso, encantar o público, entre outros.  Transmitir sua experiência e fazer disso sua missão de vida, seu trabalho, é algo muito atrativo, por isso, iremos falar de alguns desses itens a seguir. Confira: 

Discurso bem alinhado

Não adianta ser expert em um assunto, se a forma como você fala numa apresentação em público não está clara e alinhada com a informação que você deseja transmitir. Por isso, para ser um bom palestrante você precisa saber mais sobre oratória, que envolve, antes de tudo, trabalhar o que popularmente denominaram por “dom da palavra”. O bacana é que esse “dom” pode ser treinado. O ponto de partida é preparar o conteúdo de sua apresentação em público: observar se ele transmite uma mensagem positiva e útil, se tem coerência do começo ao fim amarrada com seu objetivo, se está falando numa linguagem clara que todos na plateia compreendam.

Transmitir conhecimento

Você será validado como excelente palestrante se perceberem que conhece, de fato, o assunto da palestra. Mas não basta demonstrar que sabe: as pessoas precisam entender o que diz.  Então, tenha muita clareza sobre o tema abordado, escolha uma forma fácil de explicar para que as pessoas entendam sua linha de raciocínio e tirem aprendizado disso.

Postura corporal

A postura, diante de qualquer situação, diz muito sobre como queremos nos comunicar. Nos 3 V of Communication, Albert Mehrabian da UCLA, EUA, cita o “V” do Visual (aquilo que se vê na apresentação, como a sua postura, gestos, movimentos, expressões faciais), como responsável por 55% do impacto gerado na comunicação. Por isso, busque conhecer o que você expressa com seus movimentos de braços, com o deslocamento no palco, sua forma de olhar para a plateia. Seu corpo fala muito sobre você e deve ajudá-lo na sintonia com seu conteúdo e público.

palestrante a frente da plateia

Segurança na voz

Em uma apresentação em público, a voz é a grande protagonista: ela é o segundo “V” nas pesquisas de Albert Mehrabian já citados nesse texto. Mesmo um palestrante tímido ou pouco expressivo, pode aprender mais sobre sua própria voz. Um dos principais pilares da conectividade com o seu público é passar segurança pela voz, fazendo com que percebam a sua propriedade ao falar sobre o tema. Mas a voz na apresentação em público vai além de recurso para passar confiança: ela pode ser usada para motivar seu público, para fazer rir, para emocionar. Esse importante recurso é muito maleável e possível de ser transformado ao seu favor.

Estabelecer uma comunicação de mão dupla

Não há nada mais inspirador do que falarmos com nosso público quando acreditamos que temos uma mensagem a ser transmitida; essa é uma grande base da oratória. Além disso, é muito melhor quando nos comunicamos com a nossa audiência acreditando que eles também tenham algo a nos dizer. Esteja atento a sua plateia e aos sinais que ela transmite sobre estar entendendo, estar na mesma sintonia que você, parar para pensar na sua mensagem. Com essa atitude você ganhará a confiança do público.

Encante o seu público

 Não há melhor forma de conquistar seu público do que deixá-los encantados. Uma forma inteligente de fazer isso é contando histórias: a neurociência mostra o quanto o nosso cérebro retém muito mais as histórias contadas com envolvimento pessoal e veracidade, do que uma lista imensa de dados. Histórias ajudam a criar vínculos e a mostrar seu lado humano. Existe uma técnica para isso chamada de storytelling que você pode aprender em cursos de Técnicas de Apresentação. Com o passar do tempo, o maior conhecimento que eles irão lembrar é das histórias que você contou durante sua apresentação.

Os cursos de técnicas de apresentação e o coaching de comunicação são ótimas forma para aprender como transformas sua apresentação em público mais impactante.  Assim, você poderá ter um pleno domínio para falar em público e ter sucesso em suas palestras. Quer saber mais sobre o coaching de comunicação? Entre em contato conosco!

Quer conhecer mais sobre os temas abordados neste artigo? Faça aqui sua inscrição!