Se Prepare para Aquela Entrevista

Se Prepare para Aquela Entrevista

Ser entrevistado em eventos como seminários ou congressos, ou até mesmo na TV ou radio, é um tipo de apresentação em público  que deixa muitos profissionais envergonhados e inseguros. Esses dois sentimentos podem atrapalhar seu desempenho e passar a impressão errada durante a entrevista. Você entende muito do assunto, mas só passará credibilidade se a sua comunicação verbal e não verbal também estiverem alinhadas com essa imagem de credibilidade.

O segredo é se preparar. Venha saber como!

Antes, prepare o seu conteúdo

As apresentações em público nessas situações de entrevistas têm menos risco de dar o famoso “branco”, pois as perguntas são feitas uma a uma, não é necessário memorizar um longo discurso como nas apresentações em público nas situações de palestra. Mas, mesmo assim, é bom você se preparar. Uma forma é você prever o que será perguntado. Elabore uma lista de perguntas mais prováveis e treine em voz alta como responderia. As respostas não devem ser muito longas, pois você tira a oportunidade do entrevistador ampliar as perguntas e você falar mais sobre variedades do mesmo assunto.

Durante, escute com atenção

Enquanto o jornalista, apresentador ou mediador do evento está elaborando a pergunta, aproveite esse tempo para ir organizando suas ideias com foco no que está sendo perguntado. Evite se distrair com câmeras, com a plateia ou com seus próprios pensamentos. Nosso cérebro nos trai e pensamentos como “Nossa, e se eu não souber responder”, podem surgir. Não fique com foco nesse negativo e aproveite o tempo para já lembrar de fatos, dados, exemplos que podem preencher suas respostas.

Mantenha uma boa postura

Linguagem corporal faz toda a diferença na maneira como os outros o veem. Ela é responsável por 55% da mensagem emocional transmitida quando você fala em público. Em uma apresentação em público nas situações de entrevista permanecer muito estático, com os ombros tensos e os braços cruzados pode mostrar distanciamento, insegurança e despreparo. Observe o ambiente, posicione-se voltado para o público ou para a câmera. Peça orientação para o entrevistador sobre a melhor posição e o enquadramento, ou seja, se for filmado, quais partes do corpo aparecerão; assim você saberá se deve fazer mais gestos ou não, se deve olhar para o entrevistador ou para a câmera, entre outros recursos importantes dessa situação.

Em cursos que abordam média training, voz, corpo e expressão, comunicação assertividade, inteligência emocional e técnicas de apresentação, você aprende como demonstrar, a partir de sua postura, que você tem autoridade e preparo para falar o que precisa, sem arrogância.

Trabalhe sua comunicação verbal

Saber se comunicar é a chave para dar uma boa entrevista. Afinal, você não quer que suas palavras sejam mal interpretadas ou que haja qualquer ambiguidade que possa levar a um desentendimento. Essa é uma das habilidades mais exigidas de um profissional competente: a a comunicação em sua amplitude, incluindo a expressividade, a riqueza do vocabulário, a construção do pensamento claro e objetivo, o respeito as regras da nossa língua, entre outros.

Leituras ajudam a ampliar vocabulário, gravar e se ouvir ajudam e verificar se a sua mensagem será facilmente entendida pelo ouvinte. Cursos de comunicação assertiva ou coaching pode ajudá-lo a alcançar esse objetivo.

Tenha empatia

Uma boa entrevista, assim como toda apresentação em público, depende também da sintonia que geramos com a plateia, com a audiência, com o estilo do programa e com o entrevistador. Ser mais leve quando a condução está descontraída, ser mais formal quando o estilo da entrevista pede, ajuda na aderência do público.

A empatia gera uma conexão e proximidade entre o entrevistado e o entrevistador e você poderá relaxar mais e se sair muito bem.

Demonstre confiança

Se você não tiver certeza do que está dizendo, tanto o entrevistador quanto as pessoas que assistirem a entrevista vão perceber. Confie em seus conhecimentos e defenda suas opiniões.  Afinal, você se preparou para isso. Mantenha uma voz agradável, mas firme e enfatize conteúdos que são o se diferencial. Fale de modo fluente, evitando hesitações como “ééé”, ãhhh”; isso transparece dúvida, ou ter perdido o fio da meada. Sua comunicação será melhor se você estiver seguro do que fala e transparecer essa segurança.

Busque uma capacitação

Processo de coaching ou cursos de apresentação em público, voz, corpo e expressão, comunicação assertividade e inteligência emocional, e consultorias individuais em media training são oportunidades de aprender a lidar com situações desafiadoras, de estresse, de pressão. Neles, você descobre como melhorar sua postura, responder a perguntas difíceis e falar de forma clara e objetiva.

Você pode se preparar para uma entrevista apostando nessas dicas e procurando uma boa capacitação.

A Univoz conta com diversos cursos e eventos que podem ajudá-lo nesse momento. Venha conhecer nosso site!

Quer conhecer mais sobre os temas abordados neste artigo? Faça aqui sua inscrição!